• banner-relogio

    banner-relogio
  • Mato Grosso, 17 de outubro de 2017
    (65) 8137-1324
  • Cotação:

    cidades

    10/10/2017 - 15:09

    Obras na ponte Benedito Figueiredo seguem sem obstrução da pista

    Sicom
    Tchélo Figueiredo

    Tchélo Figueiredo

    Os trabalhos de reparos definitivos na ponte Benedito Figueiredo seguem a todo vapor, sem a necessidade da interdição da pista. As obras, que iniciaram em setembro, compreendem a estabilização da margem esquerda da cabeceira da estrutura, com o auxílio de gabiões de caixa – composição de maior durabilidade e resistência –, além do aterro compactado da área. O local é frequentemente monitorado através da Central de Monitoramento da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, a fim de coibir o fluxo de caminhões de grande porte, ainda impossibilitados de circular na região.

    Com a interdição da pista prevista apenas para a fase final das obras, para a realização da pavimentação local, a secretária municipal de Mobilidade Urbana, Luciana Zamproni, orienta os condutores a respeito das limitações físicas do local, até a plena conclusão das intervenções estruturais.

    “A operação de restruturação da ponte segue seu ritmo célere, com a previsão de término em 90 dias. Com a via disponível, o trânsito na região não será comprometido, mas é fundamental salientar que apenas veículos de pequeno porte possuem autorização para trafegar no local. Esta restrição é uma medida de segurança, que visa preservar a vida dos condutores e o atual estado da ponte, até que ela esteja completamente apta para receber seu fluxo total”, afirmou.

    Interditada em fevereiro deste ano pela Defesa Civil, a ponte Benedito Figueiredo faz parte do pacote de obras estruturais correspondentes à Copa do Mundo FIFA 2014. Com 155 metros de extensão, 12,8 metros de largura e duas faixas de circulação, o local foi parcialmente liberado no início do mês de abril, mediante uma determinação do prefeito Emanuel Pinheiro, a fim de garantir maior fluidez ao trânsito na região. Na ocasião, o gestor pontuou a necessidade de buscar alternativas plausíveis que não comprometam excessivamente a mobilidade dos cuiabanos.

    Orçada em R$ 626,34 mil, as obras estão sendo conduzidas sob a responsabilidade do governo do Estado, com sua execução sob o comando da empresa vencedora do certame licitatório, A.I Fernandes Serviços de Engenharia.

  • Ultimate SWF Flash Display Widget

    Get Adobe Flash player
  • COMENTE

    Os comentários estão desativados.